Exames para avaliação de varizes

Exames para avaliação de varizes
27 de novembro de 2019 Dra. Nubia
Mulher precisando de exames de varizes

As varizes são veias dilatadas que surgem, na maioria das vezes, nas pernas, como reflexo de uma doença chamada Insuficiência Venosa Crônica (IVC).  

Trata-se de um problema mais comum entre as mulheres, sendo sua principal causa o hábito comum de se passar muito tempo sentado ou em pé, dificultando a circulação de sangue nas veias. 

As varizes costumam se manifestar, principalmente, durante a gravidez, a menstruação, na terceira idade, ou em mulheres que tenham predisposição familiar.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Cardiovascular (SBACV), 38% da população brasileira possui essa condição. As varizes, portanto, são um sinal de má circulação e não devem ser ignoradas, pois apresentam riscos à saúde. 

Confira neste artigo informações como exames, sintomas e métodos de prevenção para varizes!

Exames para a avaliação de varizes

Ecodoppler de Membro Inferior (Arterial e Venoso) ou Ultrassom com doppler nas veias

O exame serve para avaliar a circulação de sangue em artérias e veias, identificando possíveis coágulos que podem causar trombose e embolia pulmonar. Além disso, o exame é muito eficaz para avaliar inchaços, feridas e dores nas pernas, em decorrência da presença de varizes.

Por se tratar de um exame de ultrassom, ele é indolor, extremamente rápido para ser feito e seu resultado costuma estar disponível em 15 minutos, no máximo. 

Com um estudo dopplerfluxométrico, mais conhecido como doppler, analisa-se, também, a irrigação sanguínea da região, identificando se há alguma tendência de crescimento ou espalhamento de possíveis problemas diagnosticados.

Possui um pedido médico para realizar um ultrassom com doppler nas veias?

Clique aqui e agende agora mesmo com a Clínica Viver.

Tratamentos

Apesar de recomendada para alguns casos, a cirurgia não é a única forma de tratar varizes. Existem outras técnicas recomendadas pelos médicos, como:

 

  • Escleroterapia com espuma

 

O tratamento de escleroterapia com espuma é feito por meio de uma substância injetada nos vasos sanguíneos afetados e tem a função de eliminá-los.

No entanto, o tratamento é indicado e muito eficaz apenas em varizes menores. Para casos mais graves, a escleroterapia com espuma tem a capacidade apenas de diminuir o tamanho dos vasos — o que já melhora o quadro.

 

  • Escleroterapia a laser

 

Apesar de não ser um método invasivo e ser menos dolorido quando comparado a outros tratamentos, a escleroterapia nem sempre é 100% eficaz para o tratamento de varizes. No entanto, muitas vezes apresenta um bom resultado em casos mais simples.

A escleroterapia funciona da seguinte maneira: os vasos são diminuídos por meio de uma luz que esquenta o local, desobstruindo-o. 

Sintomas

De maneira geral, as varizes não apresentam muitos sintomas. No entanto, podem ser notadas visualmente e às vezes causam desconforto.

Como prevenir?

  • A principal dica é evitar ficar na mesma posição — sentado ou em pé — durante um tempo longo.
  • Comer bem e fazer atividades físicas para evitar o sobrepeso.
  • Evite usar salto alto durante período grande de tempo consecutivo.

Como citado no artigo, é importante tratar as varizes, pois elas podem ter consequências graves e sinalizam a má circulação. No entanto, antes de qualquer intervenção, é importante ter o diagnóstico correto do quadro da doença, que pode ser dado a partir dos exames mencionados no artigo. 

Está procurando uma clínica para realizar os seus exames de imagem? Conheça os exames feitos pela Viver e agende agora mesmo a sua consulta.

Leia também: